As 10 mães mais ‘estranhas’ do mundo

Casos que a vão deixar totalmente boquiaberta! Não acredita? Então veja! 🙂

São, sem dúvida, histórias de coragem, ainda que improváveis. É certo que estamos habituados a um certo padrão no que à maternidade diz respeito. Grande parte das futuras mamãs são jovens com uma relação e uma carreira profissional minimamente estáveis.

No entanto, como em tudo na vida, há vários casos que fogem ao socialmente estabelecido. Quer ficar a conhecer alguns deles? Lina Medina, por exemplo, foi a mamã mais jovem de sempre! A criança deu à luz com apenas 5 anos, no Peru.

Thomas Beatie, que nasceu mulher mas decidiu mudar de sexo, foi o primeiro homem a engravidar. Como a sua esposa não podia conceber, Thomas decidiu fazer história e usar um óvulo e o esperma de dadores para ter um filho.

Mas por falar em coragem, não há como fugir ao caso de Stacey Herald, “a menor mãe do mundo”. Com apenas 71 centímetros, esta heroína, que sofre de Osteogénese imperfeita (doença caracterizada pela fragilidade óssea e pulmões pouco desenvolvidos), foi aconselhada a não dar à luz, mas assumiu o risco e teve 3 filhotes!

Elizabeth Buttle, por sua vez, foi mãe duas vezes. Até aqui nada de novo. No entanto, entre os nascimentos está um período de 41 anos de intervalo! O primeiro filho nasceu em 1956 e o segundo em 1997 (tinha ela 60 anos). Depois, há também Rajo Devi Lohan, que tentou engravidar durante 40 longos anos, tendo conseguido, finalmente, quando se encontrava já na casa dos 70.

Também poderá gostar...